Categorias
Sem categoria

A UE sobre os migrantes: o festival da hipocrisia

https://www.controinformazione.info/la-ue-sui-migranti-il-festival-dellipocrisia/

Luciano Lago
Se há um responsável pela crise migratória localizado nas fronteiras da Bielo-Rússia e da Polónia, não há dúvida de que esta é a mesma União Europeia que hoje acusa as outras (Bielo-Rússia e Rússia) mas é a mesma UE que, com a sua a frouxidão e o servilismo para com o senhor americano foram a causa direta dos desastres.
Hoje vemos euroburocratas agitados em vão acusações primeiro contra Lukashenko, o “mau ditador” de Minsk que chantageia a Europa com migrantes e depois contra Putin, considerado o instigador da crise e apoiador de Lukashenko. Ambos, de acordo com Bruxelas, gostariam de inundar a Europa com migrantes e os euroburocratas estão preparando um novo pacote de sanções contra a Bielo-Rússia.


Na realidade, os fatos são claros e evidentes. Vamos listá-los em ordem:
Primeiro ponto. Para onde fogem os migrantes. Isso também pode ser visto imediatamente nos rostos dessas pessoas desesperadas, nos rostos de iraquianos, curdos, afegãos, sírios fugindo de seus países bombardeados e desestabilizados pelas guerras que o Ocidente, EUA, OTAN e países europeus exportaram para suas terras por motivos geopolíticos interesses do Império dos EUA. Os vários Bushes, Obama, Clinton e seus associados declararam: se você não se curvar, nós o levaremos à idade da pedra.
Os europeus e em particular os franceses, os polacos, os britânicos, os dinamarqueses, os lituanos, os romenos, os letões, os espanhóis, os húngaros desempenharam o seu papel na coligação internacional que bombardeou e destruiu os seus países.
A União Europeia partilhou plenamente com os Estados Unidos a responsabilidade pelo caos que se abateu sobre o Médio Oriente e o Afeganistão. Se não houvesse aquelas guerras desejadas pelos estrategistas de Washington, as pessoas não teriam fugido. Basta pensar em países como a Líbia, a Síria ou o Iraque que, antes das intervenções ocidentais, haviam feito grandes progressos e um melhor padrão de vida para suas populações.
A União Europeia é cúmplice dessas destruições e da consequente crise humanitária criada nos territórios que vão de Trípoli a Cabul.


Soldados poloneses na fronteira
Ponto 2. A mesma União Europeia que sempre falou (verbalmente) dos direitos humanos e que instou os países mediterrânicos como a Itália e a Grécia a aceitarem sozinhos a onda de migrantes, agora justifica a recusa da Polónia e acusa a Bielorrússia de chantagem cínica e congela os miseráveis com mulheres grávidas e crianças pequenas na fronteira polonesa. Sem compreensão humanitária, mas os euroburocratas estão surdos e impassíveis face ao sofrimento destas pessoas, gritam que Lukashenko se apressará e ameaçará com sanções após sanções.

Ponto 3. Ainda mais grave é a Alemanha de Merkel, que fez o Erdogan turco encher de bilhões pelo mesmo motivo, impedir os migrantes da Síria, agora não concorda em fornecer ajuda à Bielo-Rússia, que foi atingida pela onda migratória contra sua vai. Dois ditadores, mas um tratamento diferente.
Esta é a outra falha da União Europeia: numa tentativa de estrangular a Bielorrússia, está disposta a sacrificar a vida de pessoas infelizes e a fazer com que todas morram, se necessário. Um verdadeiro triunfo da hipocrisia.

É compreensível que o tratamento dispensado à UE, por um lado, favoreça as organizações mafiosas e as ONG que gerem o tráfico no Mediterrâneo, enquanto, por outro, se torne rígido e cínico com os infelizes que chegaram às fronteiras da Polónia. Os últimos são talvez filhos de um Deus menor. Mais uma vez temos que agradar ao patrão americano e fazer uma cara feroz contra Lukashenko e Putin, o verdadeiro motivo da diferença de tratamento.
No entanto, quem não tem memória curta não se esquece destes factos e também não o vão esquecer os que hoje gelam a roer uma crosta à espera da ajuda da tão «humanitária» Europa de Bruxelas, Berlim e Varsóvia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s