Categorias
Sem categoria

Os EUA deveriam pedir aos cientistas que investiguem realmente as origens da pandemia: – Global Times

https://www.globaltimes.cn/page/202106/1226448.shtml

CHINA / POLÍTICA
Os EUA deveriam pedir aos cientistas que realmente se investiguem as origens da pandemia.

Por repórteres da equipe GT
Publicado: 17 de junho de 2021 21:13

Wuhan Institute of Virology Foto: VCG


Se o governo Biden quer se projetar como um governo responsável que respeita a ciência, deve enviar cientistas e permitir que uma equipe da OMS investigue as origens do coronavírus em solo americano, em vez de repetir a tática de seu antecessor de limitar as narrativas em jogar lama sobre os cientistas chineses ou servir a seus outros fins políticos, disseram epidemiologistas chineses.

Os comentários foram feitos depois que o meio de comunicação dos EUA “Politico” informou na quarta-feira que altos funcionários do governo Trump decidiram na primavera de 2020 sugerir fortemente que o COVID-19 veio de um laboratório chinês, embora os oficiais de inteligência que investigam as origens da pandemia não tenham evidências conclusivas para apoiar essa hipótese.

O Politico disse que alguns funcionários da Casa Branca, do Conselho de Segurança Nacional e do Departamento de Estado instaram os EUA a culpar a China por encobrir as origens da pandemia e alegar que ela veio de um centro de pesquisa em Wuhan especializado no estudo de perigosos patógenos de morcegos – um movimento que eles descreveram como uma parte da sua ofensiva “diplomática”.

O objetivo, disseram autoridades, era em parte pressionar a China para permitir que os EUA e a comunidade internacional tivessem acesso a Wuhan para investigar, de acordo com o Politico.

Os analistas chineses não estão surpresos com o que o “furo” do Politico revelou. Combinando este relatório com as ações de Biden, eles disseram que o atual governo está tentando se diferenciar do anterior ao tentar demonstrar que as origens do vírus foram manipulações de sequências do vírus Sars Cov2 no laboratório chinês de Wuhan.

“Mas, ao final, eles são todos iguais, ‘apenas querem gerar narrativa para atacar a China'”, disse Zhang Tengjun, pesquisador assistente do Instituto de Estudos Internacionais da China, ao Global Times. O “furo” apareceu quando o presidente dos EUA, Joe Biden, não poupou esforços para divulgar a teoria do vazamento de laboratório e tentou colocar a culpa na China durante sua viagem à Europa. Antes de deixar a Europa, Biden disse na quarta-feira em Genebra, na Suíça, que ainda não estava claro se Pequim estava realmente tentando desvendar as origens do coronavírus.

O presidente ordenou que as agências de inteligência dos EUA verificassem se o vírus vazou de um laboratório de Wuhan e pediu aos grupos que relatassem a ele dentro de 90 dias.

“Se você pensar bem, quem colocaria um limite de tempo tão curto em algo tão complicado como rastrear a origem de um vírus desconhecido?

” Eles não temem que a missão fracasse, mas temem que podem acabar obtendo um resultado que não intentaram ou não querem.. Parece que o homem que deu a ordem já deu uma resposta predefinitiva à chamada equipe de investigação “, disse Zhang.

Os analistas previram que o veredicto final da equipe de investigação dos EUA acabará sendo usado por Biden como uma arma para unir seus aliados e atacar a China, tal como entrar com uma ação judicial ou por outros meios.

Mas é melhor os EUA tomarem cuidado. Talvez antes de atirar pedras na China, sejam obrigados a verificar a história da origem do vírus em seu próprio solo, disseram os observadores chineses.

Um estudo de mais de 24.000 amostras retiradas de um programa de pesquisa do National Institutes of Health (NIH) nos EUA entre 2 de janeiro e 18 de março de 2020 sugeriu que sete pessoas em cinco estados – Illinois, Massachusetts, Mississippi, Pensilvânia e Wisconsin – podem ter sido infectadas bem antes dos primeiros casos confirmados no país, que foram relatados em 21 de janeiro.

Quando questionada se a OMS levaria esta nova evidência em consideração para a próxima fase de seu trabalho de rastreamento de origens COVID-19, uma fonte próxima à equipe de investigação conjunta da organização com a China disse ao Global Times que “As recomendações do relatório [OMS] incluem recomendações para tais estudos de acompanhamento. “

Zeng Guang, ex-epidemiologista chefe do Centro Chinês para Controle e Prevenção de Doenças, disse ao Global Times na quinta-feira que o estudo do NIH é muito importante para encontrar as origens do vírus.

“Talvez o vírus tenha circulado nos EUA antes do que na China. Não estou sugerindo que os EUA possam ser o país de onde o vírus vem”, disse Zeng, observando que sempre vale a pena pesquisar.

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, pediu no domingo que a China coopere com mais investigações dos Estados Unidos e da OMS sobre as origens do COVID-19, com o mundo agora “insistindo” para que Pequim faça o dever de casa.

Em resposta, Zhao Lijian, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, disse que a China fez um trabalho com abundância de fatos em cooperação com a equipe da OMS durante sua viagem à China, e sempre foram os EUA que ignoraram o relatório preliminar da OMS sobre as origens do vírus, espalhando boatos e atacando a China.

Muitas pessoas também estão perguntando: os surtos de uma doença respiratória no norte da Virgínia em julho de 2019 e o surto de lesão pulmonar associada ao cigarro eletrônico (vaporização) em Wisconsin têm alguma conexão com o COVID-19?

Por que os EUA nunca responderam às perguntas do resto do mundo em torno de seu laboratório de Fort Detrick e outros biolabs no exterior; e por que os EUA não convidam a OMS para investigar as origens do vírus em seu solo, perguntou Zhao.

“Se os EUA realmente se preocupam com a ciência e a questão das origens do vírus, eles deveriam pedir aos seus cientistas que investiguem a si mesmos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s