Categorias
Sem categoria

Cientistas do Brasil reconhecem a vacina russa Sputnik V como segura – Mundo – TASS

https://tass.com/world/1283391


26 de abril 2020


Cientistas do Brasil reconhecem a vacina russa Sputnik V como segura

De acordo com a legislação brasileira, a aprovação pelo comitê de segurança biológica é necessária para todos os medicamentos fabricados com o uso de tecnologias de OGM© EPA-EFE / RDIF

RIO DE JANEIRO, 27 de abril. / TASS /.

Membros de um comitê científico e técnico para segurança biológica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) do Brasil reconheceram a vacina russa Sputnik V COVID-19 como segura, disse o chefe do comitê, Paulo Barroso.”Esta é a terceira vacina COVID-19, que estamos analisando <…> e chegamos por unanimidade à conclusão de que é segura”, disse o cientista durante a transmissão ao vivo do ministério no Twitter. De acordo com a legislação brasileira, a aprovação pelo comitê de segurança biológica é necessária para todos os medicamentos fabricados com o uso de tecnologias OGM.

O comitê é composto por 54 cientistas. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda não aprovou o uso da vacina russa. O regulador explica a demora em considerar o pedido de registro do Sputnik V pela falta do pacote completo de documentos do medicamento.

A União Química, que representa o Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF) no Brasil, apresentou novo pedido de registro à Anvisa no dia 26 de março. Em linha com a legislação em vigor, tais pedidos devem ser considerados em até sete dias, mas o prazo pode ser colocado off se alguns dos documentos exigidos não foram apresentados a tempo. No dia seguinte, a Anvisa suspendeu a revisão por prazo indeterminado, informando que ainda não recebeu alguns dos documentos solicitados.

Este não é o primeiro atraso na revisão da vacina russa, e o chefe da União Química, Fernando Marques, anteriormente acusou a Anvisa de atrasos deliberados em benefício de outros fabricantes de vacinas COVID-19. Anteriormente, a empresa anunciou planos de produzir até 8 milhões de doses de Sputnik V no Brasil por mês.

De 17 a 23 de abril, uma delegação do regulador brasileiro fez uma visita à Rússia para inspecionar as instalações de produção do Sputnik V em Vladimir e Ufa. O objetivo da visita de especialistas brasileiros foi receber mais informações sobre o ciclo de produção da vacina russa, necessária para a tomada de decisão sobre seu uso emergencial e importação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s